SEGUIR POR E-MAIL

domingo, 9 de junho de 2013

Passa da meia-noite e eu aqui - acordado - a me perguntar - a me perturbar:

estou de fato, acordado? 
Alguma vez, na vida, já estive - de verdade - acordado?

Espero acordar antes de morrer... ou não
talvez seja melhor morrer sem jamais acordar, como fazem, aliás, todos ou quase todos. 

Um comentário:

  1. LINDO ESTE RECANTO AMEI ESTAR AQUI QUERO FARMATAR SEUS POEMAS DEIXA EU FAZER CARDS LINDOS DELE ADOREI CONHECER VOCE QUERO SER SUA AMIGA SOU POETIZA MARIA RAMIRES BEIJOS

    ResponderExcluir