SEGUIR POR E-MAIL

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

METADES

Hoje me deixei possuir. Inteira
Inteira não. Não inteira
Hoje me deixei possuir.
Só parte de mim inteira, outra parte não

Só meu corpo ardendo inteiro
Só meu anseio num roçar de quase beijo
Só o que meus lábios tocaram sem pedir
Só, a língua minha se deixou lamber

Hoje me deixei possuir. Inteiro.
Não inteiro. Inteiro não.
Hoje me deixei possuir
Só parte de mim inteiro, outra parte não.

Fechei os olhos para ouvir
-Abre a boca inteira
E me engole inteiro.
Inteiro não. Não inteira
Abri.

E um gosto suado de pele com pele
E um cheiro molhado de corpo mordido
Pedaço pelado é só o que quero
Só uma parte me interessa. Uma parte
Pois só a parte me possui inteira
Pois só à parte me devolvo inteiro.