SEGUIR POR E-MAIL

sexta-feira, 16 de julho de 2010

CONTADOR DE ESTRELAS

Quando comecei a contar estrelas? Já nem sei, foi há tanto tempo.
Eram tantas que as noites eram poucas. Com o tempo, passei a procurá-las,também, na companhia do sol.
Hoje são poucas - algumas desistiram de mim - de algumas, eu desisti.
Creio que assim são os amores.
O importante é saber que um dia já fui contador de estrelas e que carrego, em algum canto escuro de mim, o restinho do brilho das mais brilhantes.

2 comentários:

  1. My X-teacher from Cultura! Well i don't believe that there is such thing as x-teacher, a master is always a source of wisdow and your words here show that! Congratulations for your blog ^^

    ResponderExcluir
  2. Olá, Leandro!

    Vim agradecer seu comentário lá no meu espaço de versos. Obrigada pelas palavras!

    Já estou seguindo seu blog pois gostei muito de seus textos. Parabéns pela arte! :-) Até breve!

    ResponderExcluir