SEGUIR POR E-MAIL

sábado, 11 de setembro de 2010

POR UM AMOR INTRANQUILO

Ando cansado de amores racionais - quero
- a sorte de um amor intranquilo -
um que me arranque do chão os pés - que de pernas para o ar
me arrebate - me arrebente
um que me seja enchente - me inunde  me alimente
Ando cansado de amores racionais -
quero - a morte de um amor intranquilo -
com sabor de boca mordida - de carne em carne viva - de pele derretida
quero um que me seja maremoto - que me naufrague e me afogue
quero distorcer a razão - esquecer lembranças -ser condenado ser pagão
quero não pensar não pesar - quero um amor de nunca aterrizar
um amor que me arranque de mim - que me ampute de mim me devore
que me estupre todos os dias e me desmaie de tanto não respirar
quero cegar quero secar salivas em línguas que me invadem me irrigam
Preciso amar como quem mata e quem confessa - com o alívio do réu e o desespero do réu
Preciso amar agora como se nem houvesse o agora e nem o depois e nada senão amar
Preciso desmaiar - desabar - desmoronar os museus que me habitam...
Arrancar calos - calar cílios - selar lábios - preciso
perder qualquer norte qualquer tempo qualquer morte
Preciso amar até esquecer -
- esquecer línguas, esquecer nomes - leis
até esquecer meu corpo jogado sobre o seu dentro do meu
Até virar um milhão - estilhaçar-me em braços e suores e cheiros
Cansei de amores racionais - quero
o fogo infernal de um amor intranquilo.

Um comentário:

  1. Intenso...como o fogo ardente do signo de Sagitário...gostei. Onde compro???

    Jupiter star power, MAKE UP!!!!

    Beijão e boa semana

    BRUNO SOARES DE OLIVEIRA
    PS:Em Outubro começo minha pós em tradução...
    PS2: Amanhã[20] colocarei aparelho nos dentes
    PS3: Qualquer hora te ligo para batermos um papo, ok?

    ResponderExcluir