SEGUIR POR E-MAIL

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

O MESMO





Envelheci 
por fora
Por dentro 
- o mesmo -


O mesmo velho que sempre fui.
Nasci velho
Velho de mim mesmo


Velho do tempo
velho de tanto esquecimento
cá dentro de mim...


Ah, saudade
Saudade do tempo em que
Nem me lembrava

De sentir saudade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário