SEGUIR POR E-MAIL

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

CAIS

                                 


       Há um deus que mora e queima
na pele azul do mar

Ah, mar
quão fundo é teu perdão
e tão longe vão meus ais!

Amar
quanto de teu porão

ainda invade o meu cais? 










Nenhum comentário:

Postar um comentário