SEGUIR POR E-MAIL

terça-feira, 29 de setembro de 2015

FOREVER




De repente é tarde demais...
Tarde demais pra dizer eu te amo
Pra dizer não te amo mais
Ou pra dizer tanto faz

De repente não tem mais presente
Tudo é passado
E tudo é distante
Tudo ficou preso no retrato
Preso em cima da estante


No retrato tudo é pra sempre
Mas tudo derrete
E tudo desmente
Esse pra sempre torto
Esse fosco pra sempre
Que só existe preso no nunca mais


De repente é tarde demais...





Nenhum comentário:

Postar um comentário