SEGUIR POR E-MAIL

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Aos 110 anos do nosso maior poeta

Ah, se viver fosse só drummondear! Pedras nunca seriam problemas, Josés nunca seriam só Josés e a vida... Ah, a vida, como seira linda! Seria um verso, uma poesia. Se viver fosse drummondear, nunca haveria morte! Pois Drummond já nasceu - assim - eternamente!

Um comentário: