SEGUIR POR E-MAIL

domingo, 17 de agosto de 2014

VIDAS





Vá dizer que é tarde pra saudade dizer
e que é cedo pra noutra vida viver...
Vá dizer que tudo é água que chove na chuva
corre no rio, desmaia cachoeira
e evapora lago pra de novo chuva ser...

Vá dizer que é natural ser natureza
e que a beleza do infinito
vale toda a dor de uma vida
e que uma vida é só uma conta...
uma conta num colar de contas
cujo início ninguém mais sabe
cujo fim no fim não cabe

Vá dizer que nesta vida 
quero ser por mil e uma dividida
quero não caber numa só vida
pra quando eu, enfim, dela saltar,
noutra vida nova já comece a chorar...















Nenhum comentário:

Postar um comentário