SEGUIR POR E-MAIL

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

INSTANTE



Às vezes passo dias sem a visita de um poema e me assusto com esta ausência que me vem habitar. 
Mas quão êxtase é quando me arrebata o primeiro verso e feito enxurrada me vem o poema inteiro. 
E depois que ele a mim se mostra nu, vou aos poucos vestindo-o de cuidados, revestindo-o de detalhes e, então, ele fica pronto para, enfim, não ser mais meu...




Nenhum comentário:

Postar um comentário